Previsão do Tempo

Hoje

Colheita da Soja é aberta oficialmente em Ipiranga do Sul

25/03/2014

Há pouco mais de 130 anos, o Brasil conheceu aquele que seria, décadas mais adiante, um dos seus maiores tesouros. Já reconhecido por tantas riquezas, o território recebeu a soja de braços abertos. Diante das primeiras dificuldades de adaptação ao clima, o País não hesitou em procurar alternativas para o seu desenvolvimento. Hoje o grão de ouro contribui, e muito, para que a Nação seja lembrada, em todos os cantos, como o celeiro do mundo.

Em Ipiranga do Sul, considerado o Berço do Plantio Direto, a largada oficial da colheita da soja aconteceu na manhã desta terça-feira (25), com a presença de autoridades locais e regionais, agricultores, cooperativistas, sindicalistas, cerealistas, agropecuárias, estudantes e professores das Escolas Dom João Becker e Colégio Ipiranga. O evento foi organizado pela Administração Municipal, Secretaria da Agricultura e Emater/RS Ascar.

Em Ipiranga do Sul, cerca de 9 mil hectares de soja são cultivados. Nos últimos cinco anos a média de rendimento tem sido 58 sacas por hectare.

O prefeito de Ipiranga do Sul, Mario Luiz Ceron (PTB), agradeceu a presença das autoridades e reafirmou o compromisso do Governo em continuar investindo em programas e projetos que fortaleçam além da agricultura, todos os segmentos que promovam a qualidade de vida das famílias ipiranguenses. “O cultivo desta oleoginosa é destaque no município. É nosso dever fomentar o desenvolvimento. Queremos preservar nossa história, valorizar o setor e construir um futuro melhor para todos.”, afirmou.

O agricultor que também é vice-prefeito de Ipirnaga do Sul, Marco Sana, sediou o evento em sua propriedade.

 Expectativas positivas para o grão de ouro

A soja no Rio Grande do Sul deve bater a marca de 13 milhões de toneladas. Conforme o gerente Regional Erechim da Emater/RS Ascar, Valmir Dartora a região Alto Uruguai deve colher 11 milhões de sacas o que movimentará R$ 715 milhões.

Dartora destacou a soja para o fortalecimento do biodiesel e que isto tem gerado oportunidade de trabalho e emprego. “Temos ainda várias questões a serem trabalhadas dentre elas colocar mais água na terra (referindo-se a irrigação”.  Outro ponto, é estabelecer uma relação mais próxima com as questões ambientais. Parabéns à municipalidade de Ipiranga do Sul”, reiterou.

O presidente da Associação dos Municípios do Alto Uruguai (Amau) e prefeito de Quatro Irmãos, Adilson de Vale, destacou o evento como sendo o reconhecimento ao agricultor pela geração de riquezas no campo. “Políticas de governo trouxeram benefícios, mas se não fosse a coragem do agricultor não teríamos a riqueza apresenta hoje no Brasil. Que possamos ver na agricultura um futuro pra continuidade no campo”, enfatizou o líder da Amau.

Para o secretário da Agricultura de Ipiranga do Sul, Gilberto Toazza “a agricultura é a indústria que gera recursos”, comparou ao destacar o projeto Máquina Certa - Plantar e Colher criado em 2013 para incentivar a agricultura familiar a terem tecnologias de ponta nas propriedades com subsídio do município, sem custos para o produtor.

Representando a Câmara de Vereadores, o vereador Dejair Pasa, salientou que o Governo tem o dever de criar cada vez mais mecanismos para que se produza com acesso às novas tecnologias.

Análise de mercado

Conforme o engenheiro agrônomo Paulo Edgar da Silva da Emater/RS Ascar, a qualidade do plantio em Ipiranga do Sul mostra que as tecnologias aplicadas resultam em alta produtividade. “A cultura da soja, para nós, hoje é muito importante, é a base que sustenta a região. Um grão muito poderoso. A China adquire entre 60 e 65% da soja brasileira e se mantém firme no mercado comprador. Os preços deverão se manter. Bolsa de Chicado, variação cambial e prêmios de exportação são variáveis que hoje não ameaçam o preço da soja”, analisa Silva, embora considere restrições ao clima para estabelecer o preço.

A produção de alimentos será cada vez mais um bom negócio. Dados da FAO indicam que a cada oito pessoas no mundo, uma passa fome. “Cada vez mais a alimentação fará parte de um grande negócio”, defendeu o representante da Secretaria de Desenvolvimento Rural Pesca e Cooperativismo (SDR) do Governo do Estado, Volmir Dallagnol. Outro dado mencionado foi o Produto Interno Bruto (PIB) do RS, divulgado na semana passada. Segundo ele, o PIB gaúcho é um dos maiores do mundo e isso se deve à produção agrícola e agropecuária. Ao finalizar ele reiterou que a SDR, por meio do secretário Elton Scapini (natural de Ipiranga do Sul), está à disposição de Ipiranga do Sul e da região para fomentar iniciativas que promovam o crescimento coletivo.

As projeções da Conab para colheita da soja no Brasil são de 87 a 90 milhões de toneladas.

 

Benção

A solenidade contou com a presença do padre Darci Treviso que proferiu a benção aos trabalhadores. “O cultivo da terra foi confiado ao homem. Aprendamos a seguir o evangelho a procurar primeiramente o reino de Deus e sua justiça. A palavra de Deus nos ajuda entender o trabalho. Um dia disse Jesus às multidões: O reino de Deus é como alguém que espalha a semente na terra, os grãos enchem as espigas e quando tudo está maduro o homem lança a máquina para a colheita que chegou. Isso, fazemos hoje aqui”, exemplificou o sacerdote.

Presença regional

Prestigiaram a Abertura da Colheita da Soja as seguintes autoridades:

Mario Luiz Ceron  - Prefeito de Ipiranga do Sul

Nadia Sandri Ceron, primeira-dama e secretária de Bem Estar Social de Ipiranga do Sul

Marco Sana, vice-prefeito de Ipiranga do Sul e sua esposa Nalva Scolari

Valmir Dartora, gerente regional da Emater/RS Ascar Erechim

Adilson De Valle, presidente da Amau, prefeito de Quatro Irmãos

Volmir Dallagnol da Secretaria de Desenvolvimento Rural Pesca e Cooperativismo (SDR) do Governo do Estado

Pedro Paulo Presotto, prefeito de Getúlio Vargas;

Vilmar Vechiatto, vice-prefeito de Erebango;

Gilberto Toazza, secretário da Agricultura de Ipiranga do Sul

Vanderlei Zem Pasqualotto, coordenadora de Educação de Ipiranga do Sul

Evandro Binotto, secretário de Meio Ambiente de Ipiranga

Luiz Carlos Toazza, secretário de Administração

Vilmar Soccol, secretário de Meio Ambiente de Getúlio Vargas

Ademar de Carvalho, secretário de Agricultura de Quatro Irmãos 

Vereadores de Ipiranga do Sul: Dejair Pasa, Vilson Gorrosterrazu, Fernando Stafortti e Enio Baruf, e vereador Valdir De Valle de Quatro Irmãos.

Paulo Edgar da Silva, agrônomo da Emater/RS Ascar

Luiz Carlos da Silva, presidente da ACCIAS de Getúlio Vargas

Ida Barbieri, representando o Sutraf

Paulo Dunk diretor da Olfar

Sargento Montano, Brigada Militar

Aldacir Zorzin presidente da Cresol

Delomar Ceron, diretor do Colégio Agrícola de Erechim

Vando Dalanora, representado o Sicredi.

Stela Maris S. Hahn, diretora da Escola Dom João Becker

Ana Tagliari, diretora do Colégio Estadual

Renata Bombana, e Renato Mores, extensionistas da Emater/RS Ascar Ipiranga do Sul

Terezinha Vilk, assessora de imprensa Emater/RS Ascar

Renato Paixão gerente de fotos Jornal Bom Dia de Erechim

Marcos Castro – Repórter Jornal Bom Dia Erechim.

 

 

Confraternização

Ao final do evento a Emater e a Secretaria de Bem Estar Social ofereceram um bolo à base de soja. Confira a receita:

Bolo Crocante de Soja

1 xícara de proteína texturizada (PTS)

3 xícaras de açúcar

3 ovos

1 xícara de leite

2 colheres de margarina ou manteiga

3 xícaras de farinha de trigo

1 colher de fermento em pó

 

Modo de fazer

1.Caramelizar a proteína de soja com 1 xícara de açúcar e reservar.

2.Bater as claras em neve (3 claras) com uma xícara de açúcar e reservar.

3.Fazer um creme homogêneo batendo as gemas com 1 xícara de açúcar e a manteiga ou margarina. Acrescentar o leite e a farinha de trigo e bater um pouco mais.

4.Por último, mexendo devagar, acrescentando o fermento em pó, claras em neve e a proteína de soja caramelizada.

5.Assar em forno quente pré-aquecido, em assadeira untada e enfarinhada ou em formas de bolinho inglês.

 

Redação: Elaine Fontana - Jornalista - Fonte Assessoria de Comunicação Governo de Ipiranga do Sul.

Fotos: Cleber Oliveira e Renata Bombana.