Previsão do Tempo

Hoje

Usuários aprovam serviços do SUS ofertados pelo município

29/08/2017

O direito à saúde é definido na Constituição como universal, ou seja, de todos, e dever o Estado. Qualquer pessoa, brasileira ou estrangeira, que necessite da prestação do serviço de saúde deve ter assegurado seu direito de forma integral, universal, gratuita e igualitária para fins de garantia do princípio da dignidade da pessoa humana do Estado Democrático de Direito.

Este direito é oferecido com qualidade aos ipiranguenses. A oferta de estruturas (salas, equipamentos, mobiliário, transporte), atuação dos servidores (profissionais de saúde, auxiliares, atendentes, motoristas) e a gestão dos serviços (poder executivo), estão garantindo aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) de Ipiranga do Sul atendimento de forma eficaz.

Na segunda-feira (21/08), iniciou o atendimento na Nova Unidade Básica de Saúde (UBS) Gervázio Gorrosterrazú. São ofertados nesta unidade serviços de farmácia e clínico geral.

Nova UBS

Os demais serviços como psicologia, odontologia, nutricionista e continuam sendo oferecidos na Antiga UBS.

Antiga UBS

Maria Luiza Murari utiliza os serviços pelo SUS no município e afirma que o atendimento é de qualidade. “Sempre sou bem atendida, a assistência oferecida é ágil e não enfrentamos longas filas de espera como vimos em outras cidades”, evidencia Maria.

O prefeito do município, Mário Luiz Ceron, destaca os passos básicos para bom o funcionamento dos serviços prestados na Saúde. “É necessário investir corretamente as verbas destinadas à saúde pública, para agilizar e melhorar o acesso e o atendimento pelo SUS. A fiscalização e a transparência no repasse das verbas destinadas à saúde, esclarecem ao cidadão o quanto efetivamente está sendo utilizado para a manutenção do sistema público de saúde”, destaca Ceron.

Ipiranga do sul possui aproximadamente 1.978 habitantes conforme a estimativa de 2016 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e é considerado um dos melhores municípios do Estado para viver.

Redação: Fonte Agência de Jornalismo