Previsão do Tempo

Hoje

Fórum da Soja apresenta soluções para controle de doenças e perspectivas no agronegócio

28/09/2018

Em sua 5ª edição, o Fórum Norte Gaúcho Soja, realizado na sexta-feira, 28, em Ipiranga do Sul, reuniu especialistas, agricultores e estudantes para debater as melhores formas de manejo para alcançar as máximas produtividades.

As lesões causadas pelas doenças na cultura preocupam os sojicultores, que podem reduzir a produtividade em até 20%. Investir em biotecnologia, fertilidade de solos e a realização adequada do controle fitossanitário são alguns fatores que evitam o aparecimento de doenças.

Para esclarecer as dúvidas dos participantes o evento trouxe especialistas renomados nas em diferentes áreas de atuação da cultura.

O doutor em Fitopatologia, Carlos Alberto Forcelini apresentou sugestões e soluções para o controle de doenças. “É essencial o uso de fungicidas completo desde o inicio da cultura, usar semente bem tratada, complementar com reforços e garantir a qualidade da aplicação”, explicou. Forcelini.

Uma das doenças que mais tem preocupado os produtores é o aparecimento do mofo branco, causada pelo fungo sclerotinia sclerotiorum, esse foi outro tema de destaque no Fórum. O assunto foi tratado pelo mestre em Fitossanidade, Carlos André Schipanski, que falou da  influencia da alta umidade e das temperatura  amenas no desenvolvimento da cultura doença. Schipanski também indicou recursos de precaução. “Usar sementes certificadas, rotação de cultura e cobertura de solo são alguns elementos que auxiliam na prevenção do mofo branco”, explicou.

Já a construção de sistemas produtivos de alta rentabilidade foi colocado em debate pelo especialista em Agricultura de Precisão, Fabiano Paganella. Para ele é de extrema importância que os agricultores monitorem os nutrientes do solo e realizem analises foliares. “Nutrientes em excesso ou em falta prejudicam o desenvolvimento das plantas  sendo diagnosticado através da calagem, além disso, é necessário a análise das folhas para a interpretação e identificação dos nutrientes presentes na planta”, defendeu Paganella.

O analista politico e econômico do Canal Rural, Miguel Daoud explanou sobre as perspectivas do agronegócio. Daoud afirma que a tecnologia tem sido uma grande aliada nas produtividades agrícolas. “Além de trazer altos rendimentos a tecnologia auxilia na gestão de todos os processos envolvidos com a produção de um produto alimentício e garante a qualidade do mesmo”, declarou.

Para finalizar o encontro o mestre em agronomia Alencar Paulo Rugeri, mostrou os resultados positivos no manejo integrado de pragas.

Redação: Fonte Agência de Jornalismo