Previsão do Tempo

Hoje

Governo de Ipiranga do Sul vai oferecer gratuitamente genética bovina francesa para produtores de leite

26/07/2019

O Governo de Ipiranga do Sul reuniu produtores de leite do município, na manhã desta quinta-feira (25), para uma reunião de apresentação de genética bovina francesa. A empresa selecionou cinco grupos no Rio Grande do Sul e dentre eles está Ipiranga do Sul.

Conforme avaliação da CGL Brasil, o município apresenta produtores qualificados e tecnificados para receber este tipo de investimento que terá apoio do governo municipal. O prefeito Mario Ceron, disse na abertura da reunião, que vai disponibilizar gratuitamente 400 doses de sêmen da raça Montébiliard (francesa). “Há um potencial muito grande de ampliar a bacia leiteira que já é expressiva mas podemos avançar com melhoramento genético”, disse Ceron.

Conforme o administrador da CGL Brasil, Marcos Ubiratan Flores, a região onde Ipiranga do Sul está inserida apresenta um milhão de pessoas consumidoras de leite e o mercado prospectado é positivo. “Alguém vai ter que produzir leite, mas precisamos oferecer mais qualidade, atender as novas normativas e para isso foram avaliados produtores de leite que já investem em tecnologia. Nossa intenção é cruzar a raça Montbéliard, genética francesa, com vacas holandesas que já estão na maioria das propriedades. O resultado do cruzamento é uma vaca com eficiência de fibra, longevidade, fertilidade, baixas em CCS (contagem de células somáticas), eficiência a pasto, versatilidade, maior sanidade.  A duração da lactação é de 331 dias”, adiantou  Flores.

Para o secretário da Agricultura, Gilberto Toazza, a intenção é tornar Ipiranga do Sul referência na produção de leite de qualidade.  “Vamos ter troca de experiência com produtores da França, contaremos com a parceria da Emater, das agropecuárias e da CGL Brasil para darmos uma passo à frente na bacia leiteira de Ipiranga do Sul”, afirmou o secretário.

Os agricultores de Ipiranga do Sul interessados neste projeto tem até dia 02 de agosto para fazer a inscrição na Emater ou Secretaria da Agricultura e participar do núcleo de produtores.  

 

Fonte Agência de Jornalismo