Previsão do Tempo

Hoje

Secretaria da Saúde de Ipiranga do Sul realiza avaliações oftalmológicas para estudantes

10/07/2014

Por meio do Programa Saúde na Escola (PSE), a Secretaria Municipal de Saúde de Ipiranga do Sul em parceria com a Secretaria Municipal de Educação, realizou recentemente um teste de acuidade visual nas crianças e adolescentes das Escolas Municipal (199 alunos) e Estadual, (65 alunos). A ação contou com a parceria da clínica do Dr. Tavares disponibilizando a funcionária Daiana Baldi Rodrigues para a orientação na avaliação que utilizou o método Snellen. Foram realizadas 264 avaliações. 

Das 199 avaliações na escola municipal, 59 alunos apresentaram certa dificuldade de visão e na escola estadual dos 65 alunos avaliados, 15 tiveram dificuldade. Os alunos receberam um bilhete endereçado aos pais informando sobre o encaminhamento a ser seguido para o tratamento.

Conforme o secretário de Saúde, Cleimar Araldi, está sendo organizado junto com o hospital de olhos de Passo Fundo o “Dia da visão" em Ipiranga do Sul com data a ser definida ainda. Haverá um ônibus equipado para realizar avaliações para toda a comunidade interessada e para as crianças menores de 5 anos que não foram examinadas nesse primeiro processo escolar.

A questão visual é algo muito importante na vida de uma criança e de um adolescente, com dificuldade de visão, os mesmos se sentem frustrados, excluídos e principalmente começam a ter dificuldade de aprendizado, por isso a grande necessidade de se descobrir cedo se existe algo acontecendo. “Os pais em casa, no dia a dia, conseguem notar se tem algo, observando na hora da leitura, na hora de assistir televisão, no entanto, com os dias sendo cada vez mais corridos, isso acaba passando despercebido e quando se nota, já está evoluído para um grau avançado da doença”, conta o técnico e enfermagem, Marlon Wilian Casanova, responsável pelo projeto que também agradeceu o apoio de várias pessoas que ajudaram neste projeto, dentre elas, as diretoras  Stelamaris Schio Hahn e diretora  Ana Maria Tagliari Folle, funcionárias e colegas dessas secretarias.
 
A diretora da Escola Municipal Dom João Becker, Stelamaris Schio Hahn, destacou a relevância do programa. “Muitas vezes alguns alunos apresentam dificuldade de aprendizagem visto a dificuldade visual, o que nem a escola, nem a família conseguem detectar e com a presença de um profissional da área, isso foi possível”, enfatiza.

Para a diretora da Escola Estadual Ipiranga, Ana Maria Tagliari Folle
foi considerável o número de alunos com problemas de visão. “Achei um programa muito importante porque muitas vezes as famílias não percebem e nem mesmo os professores conseguem observar essa dificuldade”, considerou.